Pular para conteúdo

Quem Somos

A CPFL Energia é uma empresa de energia completa, com negócios em distribuição, geração, transmissão, comercialização de energia elétrica e serviços, com atuação em todas as regiões do país.

A CPFL é a segunda maior distribuidora em volume de energia vendida, com 14% de participação no mercado nacional, atendendo cerca de 10 milhões de clientes em 687 municípios. Com 4.305 MW de capacidade instalada, é a terceira maior geradora privada do país, sendo a líder em geração renovável, com atuação em fontes hidrelétrica, solar, eólica e biomassa. Conta também com investimentos em transmissão e uma operação nacional por meio da CPFL Soluções, fornecendo soluções integradas em gestão e comercialização de energia, eficiência energética, geração distribuída, infraestrutura energética e serviços de consultoria.

A CPFL Energia atua como holding, participando no capital de outras sociedades. A State Grid Corporation of China (SGCC) controla a CPFL Energia por meio de suas subsidiárias State Grid International Development Co., Ltd, State Grid International Development Limited (SGID), International Grid Holdings Limited, State Grid Brazil Power Participações S.A. (SGBP) e ESC Energia S.A.

1912
1927
1975
1986
1997
2002
2002
2004
2006
2007
2007
2009
2011
2012
2016
2017
2018
2019
1912

A Companhia Paulista de Força e Luz surgiu em 1912, com a fusão da Empresa Força e Luz de Botucatu, Empresa Força e Luz de São Manoel, a Companhia Elétrica do Oeste de São Paulo e a Empresa Força e Luz Agudos Pederneiras.

1927

Em 1927, a companhia transferiu seu controle acionário para a empresa americana American & Foreign Power (Amforp), permanecendo até 1964, onde as concessionárias da Amforp foram adquiridas pela Eletrobrás.

1975

Em 1975, o controle acionário da já chamada CPFL Paulista foi transferido para a Companhia Energética de São Paulo (Cesp), do governo do Estado de São Paulo.

1986

Em 1986, a companhia é a primeira do Brasil a realizar os primeiros contratos de compra de energia de biomassa proveniente da cana de açúcar.

1997

Em novembro de 1997, com a privatização pelo governo do estado de São Paulo, o controle da companhia passou para o grupo composto pela VBC Energia (Grupo Votorantim, Bradesco e Camargo Corrêa), pelo Fundo de Pensão dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ), e pela Bonaire Participações (que reunia os fundos de pensão Funcesp, Sistel, Petros e Sabesprev).

2002

Cria-se a holding CPFL Energia, com a finalidade de promover sinergia agregando os seguintes ativos: 3 distribuidoras (CPFL Paulista, CPFL Piratininga e uma participação societária na RGE), 19 centrais hidrelétricas, uma termelétrica e as geradoras Serra da Mesa, Barra Grande, Complexo Energético Rio das Antas (Ceran), Foz do Chapecó e Campos Novos.

2002

Em agosto de 2002, o Grupo CPFL Energia constituiu a CPFL Brasil, sua principal comercializadora de energia.

bovespa NYSE

Em setembro de 2004, o Grupo CPFL Energia realizou sua primeira oferta pública na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e na Bolsa de Nova Iorque (Nyse).

2006

No mês de outubro de 2006, houve a aquisição da CPFL Santa Cruz da Nova 4 Participações, empresa essa já controlada pela CPFL Energia.

2007

Em abril de 2007 a CPFL Energia celebrou com a CMS Electric & Gas, L.L.C. a aquisição da CMS Energy Brasil. A CMS Brasil atua nos segmentos de distribuição, geração e comercialização de energia.

2007

Em dezembro de 2007, a CPFL Serra foi incorporada na RGE. Após esta incorporação, a CPFL Serra foi extinta e a CPFL Energia passou a deter diretamente participação no capital social da RGE.

2009

Em 2009, a CPFL Energia ampliou seu portfólio de investimentos em energia renovável, sendo uma das vencedoras do primeiro Leilão de energia eólica no Brasil.

2011

Em agosto de 2011, através de uma fusão de ativos da Empresa de Energia Renováveis (ERSA) e a CPFL Energia S.A. foi criada a CPFL Renováveis.

2012

Em dezembro de 2012, a CPFL Energia cria a CPFL Transmissão e começa suas operações para operar a concessão do Leilão de Transmissão da ANEEL 007/2012.

2016

Em novembro de 2016, o Grupo CPFL Energia conclui a compra da distribuidora RGE Sul (anteriormente controlada pelo grupo AES), passa a ser responsável pelo fornecimento de 2/3 de toda a energia do estado do Rio Grande do Sul. Também em 2016 foi inaugurada a subestação Piracicaba, o primeiro empreendimento de transmissão da Companhia.

2017

Em 2017, a State Grid, maior empresa do setor elétrico do mundo, conclui a aquisição de 54,64% de participação acionária no Grupo CPFL Energia que pertenciam à Camargo Corrêa e aos fundos de pensão Previ, Fundação Cesp, Sabesprev, Sistel e Petros. Em novembro de 2017, a State Grid realizou uma Oferta Pública de Aquisição – OPA, por meio da qual passou a deter 94,75% do capital social da holding. A chegada da State Grid aumentou a capacidade de investimentos da CPFL Energia e reforçou a sua posição consolidadora no setor elétrico.

2018

Em 2018 foi criada a CPFL Soluções, com a unificação das marcas CPFL Brasil, CPFL Serviços e CPFL Eficiência.

2019

Em 1º de janeiro de 2019, RGE e RGE Sul passam a ser uma única distribuidora, abrangendo 2/3 do Rio Grande do Sul.

Mapa de Atuação

Mapa de Atuação